Filme - Germinal (Resenha)

17:05:00





Olá pessoal! Hoje a resenha vai ser sobre um o filme Germinal, um filme francês que poucas pessoas devem conhecer, ele é bem antigo, e trata de um assunto bem interessante, o filme retrata as mudanças sociológicas a respeito das demais classes de trabalhadores, como fiz um trabalho recentemente sobre isso, resolvi postar aqui a minha resenha feita a respeito do  mesmo intercalando com o pensamento de karl Marx. A principio, achei que não ia gostar, mas no final das contas achei ele bem real e interessante. Então vamos a resenha?


 


Direção: Claude Berri
Roteiro: Claude BerriArlette LangmannÉmile Zola (romance)
Gênero: Drama/Romance
Origem: Bélgica/França/Itália
Duração: 160 minutos
Tipo: Longa-metragem












As teorias de Karl Marx tem sido de grande importância para compreender as diversas questões relacionadas com a sociedade, analisando a vida social a partir das ideias capitalistas e os meios de produção formados pela mesma. O filme Germinal, retrata bem a forma como essas mudanças sociais ocorreram entre as demais classes de trabalhadores.

O filme reflete bastante a super exploração dos trabalhadores nas minas de carvão, mostrando a constante necessidade do trabalho para garantir a sobrevivência de cada um deles. Eles vivem em uma sociedade capitalista, onde a burguesia se mostra permanentemente dominante, por isso há variados conflitos de interesses, gerando uma grande insatisfação social por parte dos trabalhadores das minas que se mostram com uma postura altamente ofensiva diante da injustiça provocada pelos baixos salários e cobrança de multas devido às escoriações das minas.


Logo no inicio do filme nos deparamos com o trabalho árduo dos mineiros, conhecemos o “boa morte”, um velho que trabalha nas minas desde os oito anos de idade, e por ter sofrido vários incidentes e nunca ter morrido, foi apelidado desse modo. Nesse momento notamos o quanto o processo produtivo o qual ele passou é um tanto opressivo, provocando mal-estar tanto para ele como para os outros que passam por essa mesma situação, devido a essa grande exploração. E mais uma vez mostrando através desse personagem, que é mais do que um trabalho, e sim a fonte de sobrevivência do mesmo.


A partir da divisão do trabalho, Germinal expõe uma profunda desigualdade social, em decorrência da separação dos demais segmentos na sociedade, alegando as diferenças que se dão através da oposição entre o campo e a cidade. As estruturas de classes sociais na sociedade acabam sendo produtos das demais divisões do trabalho, consequentemente trazendo cada vez mais desigualdades.


A chegada de um jovem desempregado nas minas acaba provocando grandes mudanças, pois ele passa a contestar e questionar toda a situação por quais os mineiros passam, todas as dificuldades, exploração que são bem perceptíveis, mostrando uma completa alienação do trabalhador. Essa alienação acontece devido à falta de consciência ou conhecimento dos trabalhadores em relação ao que eles compreendem e fazem, ele trata o trabalho como se fosse algo alheio a ele, se tornando alienado em relação a si mesmo e a outras coisas. Sem conhecimento do seu próprio trabalho, eles perdem o poder e o controle do que é recebido, ou seja, entra uma questão bastante comum nesse sistema de produção, a mais-valia, onde o excedente de produção que é formado através do processo produtivo não é pago ao trabalhador, ficando sobre o controle dos burgueses.



O descontentamento por parte do desempregado desencadeia e alerta os demais empregados, começando assim, uma grande revolta, acarretando greves, muitas mortes e tragédias. Podemos concluir que essa completa revolta no proletariado, de alguma forma, contribui para que consequentemente ocorra uma grande revolução que resultará novamente em várias mudanças tanto econômicas como sociais, lembrando que a luta de classes sempre haverá em nossa sociedade.

Para quem gosta muito de história e sociologia, esse filme é mais do que recomendado.

Para assistir o trailer, clique aqui
Para assistir o filme online clique aqui

Para quem for ver o trailer ou o filme, não se esqueçam de ativar as legendas.

beijos & comentem bastante.




Classificação(4 de 5)











You Might Also Like

13 comentários

  1. Eu assisti esse filme na escola, ele expressa bem a descrição apresentada nos livros

    tem um selinho p vc lá no meu blog

    http://saga-preciosa-cristal.blogspot.com.br/

    Bjs

    ResponderExcluir
  2. Não conhecia o filme, mas recentemente fiz um trabalho com o tema. Se soubesse da existência, teria assistido para ajudar.

    Lucas / Era uma vez

    ResponderExcluir
  3. Eu não conhecia esse filme mas o enredo é bem interessante acho que vale a pena assistir sim! Mil Beijos! ♥
    http://pensamentosdeumageminiana.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Já tinha ouvido falar desse filme, foi até uma professora da escola que havia citado. Eu não assisti, não me interessei.

    Flor >< sera que poderia fazer um favorzinho rsrs, você poderia voltar com o perfil do blogger? É que quando venho aqui para retribuir o comentário, acaba acontecendo que eu tenho que pesquisar no google o nome do blog, já que o seu perfil é do google + e não possui url nenhum do blog.

    David - Leitor Compulsivo

    ResponderExcluir
  5. Oi Jeh! Verdade,não é um filme conhecido, eu nunca tinha ouvido falar, rs, Achei a proposta bem inteligente, eu agostaria muito de assistir.

    Valeu a dica.


    Bjos!!
    Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  6. Oi Flor, eu nunca vi esse filme, mas parece realmente interessante!
    Quem sabe eu o assista. Ficou ótima sua resenha.

    Beijokas

    Jaque - Meus livros, meu mundo.

    ResponderExcluir
  7. Muito, muito interessante.
    Adoro sociologia e história, logo, veria esse filme com todo prazer. :)

    Sacudindo Palavras

    ResponderExcluir
  8. Apesar de ser cinéfilo, raramente são os momentos em que tenho realmente paciência e vontade para assistir a um filme de época, histórico ou algo assim. Mas eles sempre tem uma história forte e mensagem marcante. Ótimo post :D
    Até mais ;*

    ResponderExcluir
  9. Um grande momento do cinema, sem dúvida! Uma característica do filme que chama minha atenção é a retratação das classes sem eleger nenhuma como "perfeita", apresentando a construção de heróis e vilões de acordo com o contexto e a oportunidade.

    abraços,
    http://oepitafio.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. E aqui estou eu novamente sem conhecer o filme que você indica.
    Parece ser interessante.
    Beijos

    cocacolaecupcake.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  11. nunca vi este filme, mas tenho ctz q vou gostar pq gosto de filmes com um pézinho na historia do mundo :D
    beijos
    - No Limite da Leitura

    ResponderExcluir
  12. Oi, Jeh.

    Não sou muito chegada nem à História, nem à Filosofia, mas os filmes em que o Gerard Depardieu trabalha geralmente são muito bons. Eu não conhecia esse, fiquei interessada. ;) Obrigada pela dica!

    Beijos,

    Isie Fernandes - de Dai para Isie

    ResponderExcluir
  13. o filme parece ser bem melhor que o livro, eu fui obrigada a ler o livro e odiei, achei tão sem noção, eu não senti o que você falou sobre o filme, quem sabe um dia eu o assista!

    beijos, Lu
    Lendo ao Luar

    ResponderExcluir

Obrigada pela visitinha,que sempre será muito bem vinda =)

Popular Posts

Instagram


Facebook