Como eu era antes de você - Livro + Filme (Resenha e impressões)

16:36:00







LIVRO










Título: Como eu era antes de você
Autor: Jojo Moyes
Nº de páginas: 320 
Ano Edição: 2013
Editora: Intrínseca
Onde Comprar: Cultura/Saraiva/Submarino
Onde encontrar: |SKOOB|





    
   Nessa tocante história, somos apresentados a Will Trainor e Louisa Clark. Will, 35 anos, um tetraplégico, bastante rico e inteligente, porém, amargurado e mal humorado devido a sua atual situação. Louisa uma jovem de 26 anos, trabalha como garçonete em um café, que ajuda nas despesas da casa, apesar disso, ela é bem feliz com a vida que tem, e não possui ambições em sua vida. A vida desses dois se encontram a partir do momento que Louisa perde o emprego e começa a procurar desesperadamente por outro, já que ela precisa lidar com as despesas da casa para ajudar os seus pais. É nesse momento, que diante de tantos empregos que precisam de qualificações, o único emprego que sobra é para ser cuidadora de um tetraplégico, e ela acaba aceitando na esperança que consiga urgentemente ser aceita no mesmo.

   Louisa, com seu jeito bastante espontâneo e desajeitado chega finalmente a entrevista e lá é recebida pela mãe de Will que faz algumas perguntas para ela, com o objetivo de saber se ela realmente estava apta para assumir este cargo. E como já era de se esperar, Louisa comete algumas gafes, mas surpreendentemente é aceita para trabalhar como cuidadora. Bastante feliz, ela começa a trabalhar imediatamente, e é apresentada a Will, que já causa de primeiro momento uma péssima impressão e gera uma situação constrangedora. 

   O emprego não era bem o que ela esperava, Will não facilita a relação entre eles, constantemente mal humorado e sarcástico tornando seus dias como cuidadora cada vez mais difíceis, mas, apesar disso, ela não desiste, todos os dias, agrada-lo se tornou um grande desafio, mas ela tenta lutar e lidar diariamente com isso a fim de que isso um dia mude. Aos poucos, Louisa vai observando, retratos em seu quarto, vídeos no seu computador, de coisas do passado de Will, e percebe fatos do que ele fazia, pessoas que eram próximas dele, mas que hoje não parecem mais fazer parte da vida dele e nem manter contato, possivelmente por que ele não quis. Percebe o quanto o Will é um homem fechado e triste e o quanto ele mudou.


"Alguns erros... Apenas têm consequências maiores que outros. Mas você não precisa deixar que aquela noite seja aquilo que define quem você é."

   Will começa a se abrir mais quando é confrontado pela atitude de Louisa, diante de outra situação em que Will a trata mal. Ele nunca havia sido confrontado antes, e quando Louisa acha que isso só vai piorar a relação entre eles, ele passa a conversar mais. Ele começa a perguntar sobre ela, sobre a vida, o que ela faz, do que gosta, e enxerga um potencial nela que está sendo completamente desperdiçado, pois ela parece ter parado no tempo, sem ter explorado novas coisas, novos lugares ou novos conhecimentos. Acredita que ela precisa veementemente correr atrás dos seus sonhos, de viver a sua vida mais intensamente possível e que ela precisa disso. 


"Seu corpo era apenas uma parte do pacote completo, algo para se lidar de vez em quando, em intervalos, antes de voltarmos a conversar. Para mim, tinha se tornado a parte menos interessante dele. Você só vive uma vez. É sua obrigação aproveitar a vida da melhor forma possível."

   Ao mesmo tempo em que Will a conhece melhor, Louisa também passa a adentrar na cabeça de Will, a entende-lo, a saber o que realmente aconteceu com ele, de que forma ele se sente. Louisa foi capaz de fazer coisas em Will que nenhuma outra pessoa parecia ter conseguido. Ele foi capaz de sorrir pela primeira vez depois de muito tempo, permitiu que ela levasse ele a lugares diferentes, que cortasse o seu cabelo e fizesse a sua barba, são inúmeras as mudanças. É dessa forma tão singela, que os dois acabam se apaixonando. A relação entre eles só progredia, mas quando parecia que tudo corria bastante bem, (SPOILERS AGORA) depois de uma conversa que escuta dos pais de Will, ela descobre que Will planeja se matar, em uma clínica especializada (DIGNITAS) que fica na Suíça, onde é permitido suicídio assistido. 


"Às vezes, você é a única coisa que me dá vontade de levantar da cama."
   "Poucas coisas ainda me fazem feliz, e você é uma delas." 

   Ao saber disso, Louisa fica bastante desolada, e não consegue acreditar neste fato tão horrível que está para acontecer, ela pensa em urgentemente desistir do trabalho, pois acha que não vai aguentar, mas depois de uma conversa com a irmã ela decide continuar e começa a ter várias ideias para que torne a vida de Will melhor, e mais do que isso, que faça com que ele desista da ideia de se matar. Talvez esse seja um dos momentos que mais me deixaram emocionada com a história, o momento em que eles fazem uma viagem juntos, e você percebe o quanto eles se amam, e o quanto um faz bem para o outro. E você fica pior ainda, quando sabe que depois de todos esses momentos juntos, ele não desiste da ideia de tirar a própria vida. Até o último minuto do livro, você tem a esperança que o Will mude de ideia e você torce por isso, mas não é o que ocorre.


"Como poderia esse homem, cuja pele, hoje de manhã, eu tinha sentido sob meus dedos – cálida e viva –, querer simplesmente acabar consigo mesmo?"

   Confesso que fiquei bastante dividida com este final, pois ao mesmo tempo em que eu queria que os dois ficassem juntos, eu também entendo a decisão de Will, o quanto ele se sentia infeliz e amargurado, o quanto todas as dificuldades que ele tinha contribuíam para que sua vida fosse extremamente difícil, e que ele não seria capaz de dar tudo que ele queria a Louisa. O fato dele ter deixado a Louisa livre para viver a vida dela sem se sentir presa a ele, e com dinheiro suficiente para finalmente permitir que ela VIVESSE, me deixou feliz. Achei essa atitude de Will, um ato de amor também. Apesar de muitas pessoas criticando sua atitude (o fato de ter decidido morrer), eu não consigo julga-lo, não consigo imaginar o sofrimento que uma pessoa na situação dele passa diariamente, então talvez, essa decisão que ele tomou fosse o melhor para ele. 



                                                           FILME



     Ontem finalmente fui conferir a adaptação deste livro, e estava com as expectativas lá em cima, felizmente gostei do que vi. Fiquei imensamente feliz com a adaptação tão fiel ao livro, já que é extremamente difícil disso acontecer. Mas, já era de se esperar que com a Jojo Moyes (autora do livro) no roteiro do filme isso fosse ocorrer. 

                                           

   O filme conseguiu trazer toda a essência do livro, quando estava assistindo, era o mesmo que está lendo o próprio livro. As atuações de Emília Clarke e Sam Claflin como Lou e Will me agradaram bastante, Lou estava uma fofa! Super parecida com a personagem, bastante engraçada, com roupas extravagantes, que apesar, de parecerem meio loucas e coloridas, elas ao mesmo tempo combinavam perfeitamente bem com a personagem e eu simplesmente amei todos os looks! Ela foi o grande alívio cômico do filme e me arrancou boas risadas! 


  Com Sam Claflin como paraplégico, não foi diferente, acredito que Sam tenha mergulhado de cabeça nesse personagem, se empenhou e conseguiu transmitir o que eu imaginava no Will do livro. As cenas com os dois juntos, percebi que era algo harmônico, nada "piegas" ou "forçado", portanto, tudo aconteceu de forma natural. As cenas que foram mostrando o crescimento na relação deles conseguiram trazer a emoção necessária, e me deixou bem emocionada e claro, que me fizeram chorar. 




   Percebi que cortaram algumas cenas do livro e mudaram um pouco alguns comportamentos, como a relação com a sua irmã, que teve um momento do livro que elas se desentenderam, quando sua irmã decide voltar para a faculdade. No filme, a atitude de Lou em relação a isso foi de compreensão, como se tivesse aceitado essa nova situação de uma maneira fácil, mas no livro ela fica extremamente chateada por a irmã deixar ela carregar todo o peso nas costas de lidar com as despesas da casa e ajudar os pais. 

    Foi retirada uma cena, quando Louisa e Will ficam por uma noite hospedados em hotel, depois do casamento da sua ex namorada, onde ocorre uma noite de amor entre eles. Mas apesar dessas pequenas mudanças, não achei que isso comprometeu o filme, foram apenas pequenos detalhes que não mudaram na minha opinião a respeito do longa, a meu ver o de mais importante eles conseguiram passar, e pra mim isso já foi essencial, não mudaria nada no filme, eu gostei de tudo, e a trilha sonora também está maravilhosa.



Classificação(5 de 5)














You Might Also Like

18 comentários

  1. Ahh eu amei o filme, saiu com o nariz vermelho de tanto chorar rsrsrsrsrsrs A trilha sonora é linda mesmo e a fotografia tb!!! Agora quero ler a continuação, Depois de você!

    Bjs, Mi


    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  2. Eu precisooooooo ver esse filme! O livro é um dos meus grandes favoritos de todos os tempos, eu chorei em todos os últimos capítulos! (Impossível não chorar, não é mesmo?) Mas ainda não tive tempo de ver o filme. Eu fiquei super empolgada de saber que é fiel ao livro, mas fiquei triste em não termos a cena do hotel, hehe. Preciso dar um jeito de ir logo aos cinemas! (Com rímel à prova d'água hahah).
    Beijo!

    ResponderExcluir
  3. Parabéns pela resenha! Estou ansiosa para ler Como Eu Era Antes de Você e também para conferir o filme. Beijo!

    www.newsnessa.com

    ResponderExcluir
  4. Oie,
    nossa tenho a impressão que só eu não estou tão empolgada pelo filme kkkkk

    adorei a resenha

    bjos
    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
  5. Eu queria muito ter assistido a esse filme nesse fim de semana, mas aconteceu tanta coisa que nem consegui. Fico feliz em saber que é fiel ao livro, tinha medo de ser mais uma daquelas adaptações que praticamente contam outra história, vou ver se consigo assistir nessa semana.
    Beijos
    Bluebell Bee

    ResponderExcluir
  6. Eu já li o livro, muito bom! Eu adorei.
    Aqui na minha cidade, já colocaram tanto o filme que houve um problema e não dava pra assistir :(
    Mas estou super curiosa para ver como ficou a adaptação.

    Beijos e sucesso ^^
    Aguardando o Gato Branco

    ResponderExcluir
  7. Acabei de post uma resenha no meu blog sobre esse filme e concordo plenamente com o seu post!
    Mil Beijos!
    http://pensamentosdeumageminiana.blogspot.com.br/2016/06/resenha-do-filme-como-eu-era-antes-de.html

    ResponderExcluir
  8. Não li o post devido ao aviso de spoiler kkk, ainda não assisti o filme, mas já li o livro e amei! Vou ver se assisto semana que vem!
    bjoss
    www.gizahcastro.com

    ResponderExcluir
  9. Olá,
    Eu to doida para assistir, eu amei o livro e fiquei bem encantada com a Lou.
    Por ser a Emilia interpretando ela, acho que vou curtir pq a acho super fofa!
    E bom, a irmã dela é chatinha no livro, talvez essas mudanças no filme tenha tornado a personagem legal.

    Amei seus comentários.

    tenha uma ótima semana.
    Nana - Obsession Valley

    ResponderExcluir
  10. Gostei muito do blog, você escreve muito bem e as resenhas são ótimas! Já tem uma nova seguidora, beijoss

    literalizza.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  11. Adorei a resenha, quero muito conferir tanto o livro quanto o filme.
    http://revelandosentimentos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Nao tive coragem de assistir ao filme acredita???
    eu ja li o livro e chorei horrores com ele kkkk nao quero chorar com esse filme tbm, eu sou muito chorona e sei que vou sofrer, sempre sofro um pouquinho quando ouço falar da historia kkkkk
    http://b-uscandosonhos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Olá! Eu li esse livro recentemente e fiquei arrassada! Já virei fã da Jojo, a leitura é maravilhosa, e eu adorei a Clark, gostei do jeito extrovertida dela e os seus esforços pra mudar o Wil... E a maioria das pessoas que leram choraram, eu não chorei, me senti uma sem sentimentos :( Eu ainda não vi o filme, mas to com grandes expectativas.
    Beijos!
    http://leitoraemsagas.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  14. Eu adorei a forma como adaptaram a história também! Ficou muito fiel e comovente. Acho que só não me debulhei em lágrimas porque já sabia o fim. Quando li o livro, também fiquei bem dividida. Na verdade, fiquei revoltada e alagando o quarto de choro, querendo bater muito no Will, mas por fim todos nós entendemos, né? É a vida dele, ele que conhece os próprios limites. Muitos fatores influenciaram essa decisão, e se colocando no lugar dele, não era uma situação nada fácil mesmo. Ahhh, esse livro! <333

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Eu terminei de ler o livro semana passada e não podia ter amado mais! Também entendi a decisão de Will e não chorei no final... Achei linda a atitude dele de dar um empurrãozinho na Lou pra que ela começasse a realmente viver. Quanto ao filme, ainda não assisti, mas tô louca pra ver ainda mais com todas as opiniões positivas que ando vendo sobre ele <3 adorei o post!
    Um beijão,
    Gabi do likegabs.blogspot.com ♡

    ResponderExcluir
  16. Oi, Jéssica! Tudo bem? Awwwwnnnnnn que coisinha mais linda é essa? Estou doido para ler/assistir Como Eu Era Antes de Você! O ruim é que vou ficar na bad no fim rsrs

    Abraço

    https://tonylucasblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Oi Jéssica!
    Uma história marcante, lida ou assistida, você não é o mesmo após Como Eu Era Antes de Você.
    Preciso ir ao cinema, ainda não fui!
    Beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Ainda não assisti, mas todo mundo tá dizendo que é muuuito amor! Bora chorar! hahahaha

    Estou seguindo você! ^^


    www.generoproibido.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Obrigada pela visitinha,que sempre será muito bem vinda =)

Popular Posts

Instagram


Facebook