A Garota no Trem (Resenha)

10:30:00











  Título: A Garota no Trem
  Autor: Paula Hawkins
  Nº de páginas: 378
  Ano Edição: 2015
  Editora: Record
  Onde Comprar: Cultura/Saraiva/Submarino
  Onde encontrar: |SKOOB|







   Um dos motivos principais para eu ter iniciado esta leitura foi o fato de eu ter visto na blogosfera literária e pela internet de modo geral, inúmeras comparações ao tão conhecido livro "Garota Exemplar" de Gillian Flynn. Então, pensei logo de imediato: Preciso Lê-lo! Temas envolvendo investigações policiais e suspenses psicológicos sempre foram considerados uma das minhas escolhas favoritas como gênero, tanto de filmes como livros. 

   Nesta profunda história somos apresentados a Rachel, uma mulher infeliz que todas as manhãs exatamente as 8h04, pega um trem de Ashbury a Londres, até aí tudo bem. Mas, acontece que sua colega de quarto não sabe que Rachel está desempregada e pra completar continua bebendo. E todas as manhãs Rachel "finge" está indo para o trabalho, mas na verdade ela não está. Mas, diferente do que todos imaginam, Rachel adora essas viagens, pois, no momento em que ela para no sinal vermelho, ela se vê completamente hipnotizada e obcecada pelo casal que mora na casa de número 15, que ela os chama de "Jessie e Jason". Um casal aparentemente feliz e perfeito, provavelmente o sonho de consumo de Rachel. Ela imagina cada detalhe da vida deles, onde trabalham, como vivem, o que fazem nas horas vagas e principalmente o quanto eles se amam. É uma fantasia que ela cria que não a permite imaginar como algo poderia abalar esse casal tão perfeito. 



   Rachel não é uma personagem que de primeiro momento lhe agrada, pelo menos não para mim. Ela uma personagem que sente pena de si mesma, e a todo momento fica se depreciando por tudo de ruim que aconteceu com ela no passado e em seu relacionamento. Ela possui atitudes que te deixam com muita raiva da personagem por ela ser tão "cabeça dura" e fazendo erros atrás de erros. Você quer que ela siga em frente, olhe pra si mesma e diga "Você é capaz, você consegue" mas ela não sai do círculo vicioso de ficar se lamentando, lembrando de seu passado e indo atrás do seu ex marido. 

   Porém, gostei do fato da autora ter escolhido uma protagonista tão problemática, e ela ter conseguido mostrar todo conflito e sofrimento em torno dela. Acredito que várias pessoas já tenham passado por uma situação parecida e simplesmente não conseguem seguir em frente, mas, não por serem fracas, mas por que ainda não encontraram algo que faça sentido em sua vida ou um novo propósito. Comecei a ver a personagem com outro olhar e achei isso um ponto bastante positivo para a leitura.

  
 O ponto alto da história começa quando Rachel presencia uma cena chocante do trem que a deixa em êxtase e completamente espantada. Dias depois ela descobre que uma mulher chamada "Megan" desapareceu, e que Megan na verdade era "Jessie" a moça que ela estava acostumada a observar todos os dias. É nesse momento que Rachel embarca nessa perigosa e obscura investigação em torno do desaparecimento de Megan Hipwel. Rachel tem certeza que viu algo de muito importante no dia que Megan desapareceu, mas ela não consegue lembrar, tem apenas flashs, partes incompletas do que realmente aconteceu aquele dia, também percebe que aquela mulher que ela tanto imaginava não era bem aquilo que ela fantasiava em sua mente e vai ficando chocada a cada descoberta, quem era Megan afinal? 


   O mais interessante desta leitura foi toda a construção da personalidade dessas personagens, a história permite nós temos as visões das três mulheres, de Rachel, Megan e Ana (atual mulher do ex marido de Rachel). Nós percebemos todos os conflitos e complexidade que são marcados por essas personagens, seus pensamentos, inseguranças, e que suas vidas não são tão perfeitas como se imaginam. o livro possui uma narrativa que acompanha em primeira pessoa em cada capitulo como pensa cada uma dessas personagens. A medida que a investigação vai caminhando, começa a aparecer muitos suspeitos envolvidos nesse desaparecimento, ela teria sido assassinada? Muitas perguntas pairam no ar e você vai ficando cada vez mais curiosa para saber quem foi esse possível assassino. 

   O final do livro me agradou, e o possível assassino não foi quem eu imaginava, fiquei surpresa, mas senti falta de um algo a mais nas últimas páginas do livro, mas nada que comprometesse eu ter gostado do livro como um todo. Indico esse livro para pessoas que adoram um bom suspense e personagens mais aprofundados, envolventes e complexos. A garota no trem foi uma leitura que conseguiu me cativar e espero que agradem para vocês também.


Classificação(4 de 5)











You Might Also Like

12 comentários

  1. Esse é um dos livros que estou muito ansiosa para ler. Já vi vários comentários positivos sobre ele e a resenha só fez-me ficar mais curiosa para ler.
    Adorei conhecer teu blog <3

    Bjs
    barbfurtado.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Tenho muita vontade de ler este assim como o Garota Exemplar. Adoro esse tipo de suspense! Ótima resenha :)
    Abraço! :)

    Red Behavior

    ResponderExcluir
  3. Gostei da resenha Jéssica. Vi muitas pessoas comentando que este livro não é tão bom quanto Garota Exemplar, mas o mote dele me pareceu bem atrativo, até porque curto bastante suspense psicológico. Beijo!

    www.newsnessa.com

    ResponderExcluir
  4. Acho a premissa desse livro muito interessante, mas algumas resenhas que li abordaram aspectos que me desanimaram a ler. Quem sabe eu assisto o filme? Que bom que a sua experiência foi positiva :)
    Beijos,
    alemdacontracapa.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Oie,
    Já ouvi muito sobre este livro. Deve ser uma leitura interessante, mas sempre que olho para ele lembro do livro A garota do ônibus (que não curti) e desanimo rrsrsrs

    bjos
    Blog Vanessa Sueroz

    ResponderExcluir
  6. Olá, Jéssica. Tudo bem? Vejo que temos muitas coisas em comum. Eu também adoro livro e filmes de Temas que envolvem investigações policiais e suspenses psicológicos. Já vi este livro algumas vezes e confesso que pensei em comprá-lo, mas não tinha muita confiança se gostaria. Entretanto, depois que vi a sua resenha fiquei com muita vontade de ler o livro. Não sei parece que ele tem uma pegada meio parecida com alguns filmes do Hitchcock. Estou muito curioso para lê-lo, vou colocar na minha lista de livro a comprar. E adorei a sua resenha. Ela conseguiu me convencer a ter interesse por A Garota no Trem. Até mais.
    Beijos

    meuniversolb.wixsite.com/meuniverso

    ResponderExcluir
  7. De início achei um pouco estranho a protagonista stalkeando o casal, mas até aí era o trajeto que ela seguia, como pegar o ônibus tal horário todos os dias e ver sempre as mesmas pessoas. Bem legal essa conexão entre as três mulheres, e onde elas se encaixam na história toda. Imagino que não chegue aos pés de Garota Exemplar, mas tenho curiosidade e vou esperar primeiro pelo filme sair!

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Oi Jessica! Eu tb vi muitas comparações, mas como não li nenhum dos dois não posso comparar rsrsrs Mas a premissa é bem interessante e tenho muita curiosidade de conhecer a narrativa da autora! Fico feliz que a leitura tenha te agradado!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  9. Oi, Jéssica! Tudo bem? E o motivo por eu não ler "A Garota no Trem" é justamente por compararem ele com "Garota Exemplar". Esse último é meu queridinho e pra mim é sem comparações! Contudo, decidi que vou dar uma chance para a obra. Lendo sua resenha percebi que vou gostar do livro! :)

    Abraço

    http://tonylucasblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Ouvi muitas coisas boas sobre esse livro, dificil é arrumar tempo pra ler. To com muitos livros já me esperando, mas gostaria muito da leitura
    http://b-uscandosonhos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Olha só! Esse foi o último livro que eu resenhei. Também achei que o final ficou meio assim, mas eu consegui descobrir o assassino bem antes do fim. Acho que devia ter demorado mais pra revelar isso, por isso o final ficou sem suspense. Adorei sua resenha e site. Abçs

    ResponderExcluir
  12. Oi Jéssica,
    Eu amei esse livro, de verdade.
    Foi surpreendente e forte. Estou ansiosa para ver o filme nas telonas.
    Beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Obrigada pela visitinha,que sempre será muito bem vinda =)

Popular Posts

Instagram


Facebook